Hanseníase: você já cumpriu o seu papel de educador hoje?

Este artigo sobre a hanseníase, publicado no Jornal IFMSA Brasil – Unit, o meu aluno, Roberto Jr., me cita duas vezes como referência de professor que se preocupa em transmitir para os alunos, a importância da relação médico paciente.

Roberto, enfatiza que “é obrigação do profissional da saúde, comunicar-se com o paciente de modo a se coloca-se no lugar dele”. Médico, antes de ser um prescritor de receitas e tratamentos ou um realizador de procedimentos cirúrgicos, é e deve ser um EDUCADOR. Além do mais, mostra a importância que essa comunicação entre médico-paciente influenciará na eficácia correta do tratamento da doença.

Para ler sobre esse artigo na íntegra, a matéria encontra-se nas páginas 21 a 25. Acesse: Clique aqui!

Deixe um comentário